Notícias

IRB coordena III Feira do Conhecimento no Congresso dos Tribunais de Contas

Este ano a Feira do Conhecimento do Controle Externo terá projetos de oito Tribunais de Contas

Um dos eventos que ocorrerão concomitantemente ao 29º Congresso dos Tribunais de Contas do Brasil, de 22 a 24 de novembro, na sede do TCE-GO em Goiânia, será a 3ª edição da Feira do Conhecimento do Controle Externo. Na oportunidade oito boas práticas de tribunais de contas brasileiros serão apresentadas aos visitantes, com produtos e sistemas inovadores visando o aprimoramento do controle externo brasileiro.

A feira funcionará de 9 às 17 horas nos dias 22 e 23 de novembro e das 9 às 13 horas no dia 24, e estarão expostos os seguintes projetos:

TCE-PEÍndice de Convergência e Consistência dos Municípios Pernambucanos – ICCPE: Índice de Convergência e Consistência dos Municípios de Pernambuco (ICCpe), elaborado com o intuito de verificar o nível de atendimento, por parte dos municípios pernambucanos, às normas e padrões contábeis exigidos pela nova contabilidade pública brasileiras (NBCASP, PCASP, DCASP e MCASP), bem como de atestar o nível de consistências das informações registradas nos demonstrativos contábeis, em relação aos dados que foram inseridos pelos jurisdicionados no sistema SICONFI e Prestações de Contas apresentadas a este Tribunal. 

TCE-MGNa Ponta do Lápis: Desenvolver e fornecer mecanismos tecnológicos que auxiliem os gestores municipais na compreensão da realidade local, na priorização de ações e, por fim, no controle dos gastos públicos relativos à educação. O aplicativo configura-se como uma plataforma de captura de dados. Apresenta um conjunto de quesitos predefinidos que diagnosticam a realidade da escola e oportunizam o envio de relatos, sugestões ou denúncias, possibilitando inclusive que o registro fotográfico seja enviado. Esses dados são repassados on line para os servidores do TCEMG sendo, posteriormente, tabulados, classificados e transformados em informações gerenciais que alimentam uma plataforma de gestão, sistema gerencial via web. Tais dados qualificados são disponibilizados para os gestores: diretores, superintendentes, conselheiros municipais, secretário de Educação, prefeitos, membros do Ministério Público Estadual, da Defensoria Pública e o próprio Tribunal de Contas. Assim, essa ferramenta de gestão favorece o processo de tomada de decisões por parte dos agentes públicos diretamente envolvidos.

TCM-RJ Programa de Visitas às Escolas: O Programa de Visitas às Escolas (PVE) foi instituído pelo Tribunal de Contas do Município do Rio de Janeiro em 2003, tendo como objetivo a realização de um acompanhamento das Unidades Escolares que compõem a Rede Municipal de Ensino. As equipes do PVE verificam as condições estruturais das escolas e realizam trabalhos junto aos integrantes da comunidade escolar como alunos, responsáveis, diretores, professores e manipuladores de alimentos.

TCE-BASistema de Observação das Contas Públicas (Mirante): Sistema Mirante – reúne informações de diferentes fontes de dados da administração pública das esferas federal, estadual e municipal integrado com tecnologia de Business Intelligence (BI) e disponibilizar informações úteis, armazenadas na Base Governo, para a tomada de decisões nos processos de planejamento e execução de auditorias.

TC-DFTrilhas de Aprendizagem: As Trilhas de Aprendizagem instituídas no TCDF constituem um portal de gestão do conhecimento que contempla os temas considerados relevantes ao desenvolvimento profissional e pessoal dos servidores. eeeePara cada tema, há diversas opções de aprendizagem que possibilitam ao servidor gerenciar o seu próprio desenvolvimento e acessar informações relevantes às atividades diárias.

TCE-PBOuvidoria. Acompanhamento da Gestão referente a processos. Painéis de Acompanhamento da Gestão. Indicadores (IGM/PB, IEGM e Transparência)

TCM-SPÁtomo: O ÁTOMO, sistema desenvolvido pelo Tribunal de Contas do Município de São Paulo, cruza diversas bases de dados para gerar informações que subsidiem a fiscalização. Composição societária e apenações de contratados, andamento de licitações e contratos, despesas agregadas por diversos níveis da funcional programática são exemplos dessas informações.

TCE-MSE-EXTRATOR: o E-EXTRATOR conjuga a Extração de dados dos jurisdicionados com a Inteligência Artificial (Analytics),  ferramenta BI, e o Gerenciamento de Riscos com o objetivo de alcançar a efetividade em suas ações cumprindo desta forma seu papel constitucional O projeto baseia-se na extração de dados do jurisdicionado sem que o mesmo envie algum dado ou informação para o TCE-MS.

A CR-IRB (Central de Relacionamento do Instituto Rui Barbosa),

Acessar agora

é uma importante ferramenta de tecnologia desenvolvida com o objetivo de melhorar a qualidade do atendimento aos associados, parceiros e cidadãos, possibilitando a demanda de serviços via internet com a geração de uma solicitação online.